Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.

Manahu confirma terceiro na Falperra

Gonçalo Manahu fez póduim na Classe GT, após uma luta que foi vista como “desigual”.

O Porsche 997 GT3 do piloto portuense não esteva à altura da concorrência e apesar de Gonçalo Manahu nunca baixar os braços e manter uma toada de melhoria de tempos durante tudo o fim-de-semana, faltou motor para ir mais longe.

“Foi uma luta desigual, o meu carro é inferior aos dos meus adversários, é menos potente e apesar de estar perfeito, nada pude fazer para anular esse "handicap".”

Mesmo assim, Gonçalo Manahu apostou em melhorar sucessivamente e conseguiu “andar cada vez mais rápido, dar espectáculo… espero (risos) e dar o meu melhor. Saio da Falperra tranquilo, pois sei que seria difícil ir mais longe, diria mesmo impossível, pois só com o azar dos meus adversários, poderia ficar melhor classificado. O mais importante de tudo é que diverti-me a fazer algo de que gosto muito: correr.” Rematou.

Gonçalo Manahu regressa à actividade já no próximo fim-de-semana, no ciscuito de Braga, onde vai alinhar com o Porsche 997 GT3, na prova do Open de Velocidade.

Goncalo Manahu falperra

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.