Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.

Gonçalo Manahu em terceiro na Falperra

O piloto do Porsche 997 GT3 terminou o primeiro dia da Rampa de Falperra no terceiro posto dos GT, no Campeonato de Portugal de Montanha.

Foi um dia de evolução e, sobretudo de reencontro do piloto com o Porsche e com o traçado de Braga.

“A Falperra é uma prova em que gosto muito de participar. É uma dessas provas em todos nos empenhamos mais um pouco para fazer um bom resultado e onde participam todos quantos têm a paixão da Montanha. Além disso, esta é uma prova em que o traçado, muito rápido e selectivo, não permite erros e tenho consciência de que entrei um bocadinho “a medo”, o que se ressentiu nos primeiros tempos.”

Logo na primeira sessão de treinos, o piloto portuense fixou-se no terceiro posto. No entanto na sessão seguinte e na primeira de prova os tempos de subida foram “encolhendo”. Na última subida do primeiro dia, Manahu, rodou em 2m 23,414s.

“Estou satisfeito com o tempo, pois entendo que ainda tenho margem para evoluir. Amanhã tenho mais duas subidas oficiais e os tempos vão certamente baixar. Vou manter o mesmo ritmo, já mais adaptado a este traçado, onde não passava desde o ano passado e em que qualquer hesitação se paga com décimas preciosas.”

Gonçalo Manahu vem de uma paragem algo longa. A última prova que fez foi o circuito de Vila Real, em 2019. “Depois de Vila Real alinhei na Penha, mas quase nem rodei, pois o carro que tinha estado parado quase um ano, não colaborou (risos). Por isso, esta é primeira vez em que guio Porsche, em condições de corrida normais, desde Junho do ano passado.” Rematou Gonçalo Manahu.

Goncalo Manahu falperra Gonçalo Manahu (Porsche 997 GT3)

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.