Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.

logo ANIET

O Centro de Congressos da Alfândega do Porto recebeu quarta-feira, dia 10 de Novembro, a ANIET International Summit - Conferência Internacional da Pedra Natural, onde foram debatidos os temas e as tendências para o futuro do setor da pedra natural.

A ANIET, entidade organizadora do evento, é a associação empresarial que representa os três sub-sectores: Rochas Ornamentais, Rochas Industriais (Agregados) e o Sector Mineiro em Portugal, quer na sua vertente extractiva, quer na transformadora, tendo a missão de apoiar os seus associados, representá-los e defendê-los devido ao seu importante carácter económico e papel social.

Os objetivos, que passavam por promover a pedra natural portuguesa e projetá-la internacionalmente, foram completamente cumpridos, de acordo com a Diretora-Geral da ANIET, Eng.ª Francelina Pinto:

“O balanço é muito positivo e penso que superou as expectativas. Chegamos a um grande número de países e de mercados e atraímos, além de várias entidades e empresas portuguesas, vários prescritores internacionais, como arquitetos, designers, associações congéneres à ANIET, gabinetes e empresas de construção civil, importadores e, portanto, conseguimos chegar a um leque muito alargado de participantes e de vários países.”

 A ANIET International Summit teve a participação online de 384 inscritos, além das quase três dezenas de oradores e participantes em sala. Apesar de na edição anterior ter sido um evento presencial, “este ano, antevendo eventuais restrições motivadas pela situação sanitária que atravessamos, optamos por realizar uma transmissão em live streaming através de uma plataforma adquirida pela ANIET, graças a um projeto co-financiado para este evento.”  Declarou a Diretora-Geral da ANIET, que acrescentou ainda que "este setor representa mais de seis porcento das exportações portuguesas."

As apresentações ficaram gravadas e vão ficar brevemente disponíveis nas redes sociais e sites detidos pela ANIET.

As conclusões finais ficaram a cargo do Presidente da ANIET, Eng. Jorge Mira Amaral:

“Temos todas as bases para que a pedra natural portuguesa seja um sucesso, como está a ser, e temos ainda a convicção de que o podemos ampliar. Temos recursos minerais únicos, temos uma enorme variedade, temos empresas qualificadas para transformarem toda a extração da pedra natural e, portanto, acho que não podemos exigir mais do território que temos, para podermos ir pelo mundo inteiro a colocar a nossa pedra nos melhores monumentos do mundo.”

Com base em dados disponibilizados pelo INE, referentes a  2020 o setor da pedra natural, incluindo extracção e transformação teve um volume total de negócios de mais de 1,02 mil milhões de Euros  o que representa uma taxa de crescimento anual médio, desde 2017, de cerca de quatro porcento, apesar de entre 2019 e 2020 ter tido uma contração da ordem dos dois porcento, devido à pandemia.

Já o Universo de toda a  Indústria extrativa da pedra natural e minas, representado pela ANIET, apresentou um volume de negócios superior a 3,2 mil milhões de Euros de acordo com a mesma fonte.

aniet summit

Barra

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.