Retiradas as hipóteses de voltar a ganhar

 cabeçalho

Com uma subida de prova anulada, por haver óleo na estrada e um problema mecânico, Pedro Salvador ficou sem hipóteses de repetir o triunfo conseguido na Penha há três semanas.

Foi uma prova para esquecer para o Campeão Nacional em título. A ruptura de uma rótula da supensão do Silver Car motivou um toque e comprometeu definitivamente o resultado. Já sem hipóteses de lutar por qualquer classificação, regressou para derradeira subida e voltou a impor-se como o mais rápido.

“O fim-de-semana teve um sabor amargo. Estávamos rápidos e fizemos tempos consistentes para ganharmos no Nacional de Montanha e ficar entre os dez primeiros da geral, no entanto o azar da ruptura da rótula aliado ao facto da primeira subida de prova ter sido anulada, deixou-me sem qualquer hipótese de lutar pelo que quer que fosse.” Comentava Pedro Salvador após a Rampa da Falperra.

Os incidentes motivados pela existência de óleo no piso e os atrasos que daí vieram, fizeram com que a primeira subida de prova pura e simplesmente tivesse sido anulada. Ora apenas restavam duas subidas, em que nada podia correr mal. Arótula traiu Pedro Salvador e “decidimos fazer a última subida, contam duas, uma tinha sido anulada e por isso fiquei com todas as hipóteses de lutar por algo completamente hipotecadas. Restou-me centrar no desenvolvimento do Silver Car, que é o objectivo principal e no espectáculo que público merece. Esforcei-me por isso e acho que nestes dois pontos fomos vencedores.” Rematou Pedro Salvador, que se centra já na próxima prova.

 falperra salvador Pedro Salvador (Silver Car)