Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.

Gustavo Moura: má sorte em Paul Ricard

O piloto nortenho não teve qualquer hipótese de evitar um toque, numa corrida difícil com piso húmido.

O circuito de Paul Ricard recebeu a primeira prova das TCR Euroseries, competição que reúne os melhores pilotos de turismos da Europa. Gustavo Moura participou, mas a má sorte marcou o fim-de-semana.

A meteorologia era adversa e antes da partida choveu. Nesta altura todos os carros estavam na grelha de partida com pneus slicks montados e sem possibilidade de os trocar, pois os regulamentos não o permitem. Ora, isto fez com que as primeiras voltas da prova fossem muito atribuladas.

Posteriormente, à terceira volta, foi impossível evitar um toque com outro concorrente que se atravessou à frente do Audi S3 LMS de Gustavo Moura, o que veio a provocar o abandono da corrida devido aos estragos provocados no automóvel.

“Parti bem, e consegui ganhar algumas posições, mas levei um toque que me fez cair para a cauda do pelotão, sentia-me confortável com as condições difíceis da pista mas na 3ª volta um adversário atravessou-se à minha frente e era impossível fazer o que fosse para evitar o toque.”

O piloto ainda conseguiu levar o Audi R3 LMS até à box da Speedy Motrsport, mas não era possível reparar os danos a tempo de ser possível regressar à pista.

“Saio de Paul Ricard triste, por não ter conseguido andar mais, mas saio tranquilo, pois tenho plena consciência de que não foi possível ser melhor. Aprendi, evoluí e esses eram os meus objectivos principais e só não consegui cumprir o outro objectivo (chegar ao fim n.d.r.). Em breve estou de regresso à pista, em Braga em 26 e 27 de Maio.” Rematou o empresário piloto.

24 Gustavo Moura 6 Gustavo Moura (Audi R3 LMS) 24 Gustavo Moura 11 Gustavo Moura

Bom começo de Gustavo Moura no TCR Europeu

O piloto do Audi R3 LMS partiu bem, mas foi posto fora de prova à quarta volta.

Gustavo Moura esteou-se no circuito de Paul Ricard, em França, onde tem lugar a primeira prova do Campeonato TCR Europe Series, a principal prova de turismos disputada na Europa e que reúne a “nata” desta modalidade.

A qualificação foi uma sessão de “loucos”, em que os dez primeiros ficaram separados por menos de um segundo. Gustavo Moura conseguiu a 23ª marca da sessão.

“Tenho vindo sempre a evoluir, mas os meus adversários também e os andamentos são uma loucura. Qualquer travagem fora do sítio, pode representar duas ou três posições na grelha de partida. Mantive a estratégia de tentar aprender e evoluir o máximo em pista e preferi “guardar-me para a corrida.”

A estratégia parecia certa. Gustavo Moura partiu muito bem e rapidamente começou a ganhar ritmo de corrida. Ganhou quatro posições, mas infelizmente um toque deitou-lhe por terra os planos de ir mais longe.

“Levei um toque de um adversário e por isso fiquei com a transmissão partida. Estava a andar bem, sem cometer excessos pois para mim o mais importante é terminar e aprender o máximo que possa, mas fiquei pelo caminho e pronto… amanhã há mais!”

Os homens da Speedy Motorsport fizeram “horas extras” e o Audi S3 LMS está pronto para a corrida de amanhã.

24 Gustavo Moura 13 24 Gustavo Moura 16 Gustavo Moura (Audi S3 LMS)

Gustavo Moura "à conquista da Europa"

O gentleman driver do Audi R3 LMS teve os primeiros contactos com o Circuito de Paul Ricard, em França e a evolução foi francamente positiva.

As metas para esta sexta-feira, primeiro dia de competição eram claras e o objectivo era conhecer o circuito, evoluir, afinar o carro e depois, só depois, avaliar tempos.

"Na primeira sessão de treinos livres o objectivo era conhecer o circuito e adaptar-me ao traçado, ao carro e à concorrência, que é muito forte. Estou a competir com os principais especialistas europeus em termos de turismos, que já fizeram uma serie de sessões de testes e até esta manhã, do circuito, só conhecia o que fiz em uma hora e pouco de simulador.” Começa por confidenciar o piloto nortenho.

Depois, choveu e seguiu-se a segunda sessão de treinos livres “onde comecei a aumentar o ritmo e a poder avaliar e comparar os tempos. Acho que estou a ter uma sessão de trabalho muito positiva e amanhã vamos para as qualificações com confiança, graças à forma como estamos, eu e toda a equipa da Speedy Motorsport, a desenvolver o carro.”

“A chuva que precedeu a sessão foi boa. Consegui evoluir bem, senti-me bem no carro e comparativamente evoluí melhor do que alguns dos meus adversários. O balanço do primeiro dia é positivo.” Rematou o empresário/piloto que amanhã, às 8,55 horas – mais uma hora em França – tem a sessão de qualificação, estando a primeira corrida agendada para as 13,40, hora de Portugal.

24 Gustavo Moura 18 24 Gustavo Moura 8 Gustavo Moura (Audi R3 LMS)

Gustavo Moura na abertura do TCR Europa

Gustavo Moura está de partida para o circuito de Paul Ricard, em França, onde vai estrear em competição em circuito o Audi R3 LMS.

Paul Ricard vai receber a prova de abertura das TCR Serie Europe, que é como quem diz, o Campeonato da Europa de Velocidade. Portugal vai estar representado por Gustavo Moura, que se sente “extremamente motivado.

A Lista de inscritos para esta prova é de luxo e isso é um factor de ainda maior motivação para o “gentleman driver” do Audi, que sabe que vai encontrar “pilotos que fazem vida só disto, desde o Vernais, Tassi… uma panóplia de pilotos que nem sequer pensava encontrar no TCR Europa. Pensei que muitos deles, como o Commini, iriam estar no WTCR (Campeonato do Mundo n.d.r.)... que foi campeão no ano passado ou há dois anos no TCR Series. Isto é uma motivação para mim e quero ver onde é que me situo, embora saiba que tenho muitos “handicaps”. Não faço, nem de longe nem de perto, não fiz, os testes que estes pilotos fizeram… quero-me divertir acima de tudo e quero chegar ao fim.”

Quanto ao principal objectivo para a prova “é chegar ao fim e tentar assimilar, aprender o máximo possível com este fim-de-semana. É um circuito que não conheço, apenas conheço através de simulador. Fiz simulador durante uma ou duas horas e o principal objectivo, sem dúvida nenhuma, é chegar ao fim.”

O primeiro contacto do empresário/piloto com o circuito vai ser na próxima sexta-feira, às 12,00 horas locais, 11,00 em Portugal continental.

gmoura penha Gustavo Moura (Audi R3 LMS) arquivo Rampa da Penha. Foto por NunOrganista

Euro Gustavo Moura

O piloto nortenho está de partida para Paul Ricard, em França, onde vai disputar em 5 e 6 de Maio, a primeira prova das TCR Europe Series.

Gustavo Moura vai-se estrear no Circuito de Paul Ricard, em Le Castelet, e a estreia vai ser no seio da nata dos turismos Europeus. O Audi RS3 LMS está pronto, depois de algumas alterações após a Rampa da Penha e está de partida para França, onde o empresário/piloto quer aprender e preparar-se para a primeira prova do TCR Portugal.

Como foi anulada a primeira prova dos TCR Portugal e como todo o meu  projecto assenta em seis corridas, decidimos ir a Paul Ricard. Queremos trabalhar no carro novo, pois tendo um fim-de-semana de corridas com o mesmo modelo do TCR Portugal poderemos chegar à primeira prova com um ritmo totalmente diferente.”

Mas esta não é apenas uma prova, é todo um novo desafio ao qual Gustavo Moura decidiu “meter ombros”:

“O Desafio  correr com os melhores da Europa é muito motivador e de  grande responsabilidade. O meu objectivo principal será  aprender o máximo e justamente com os melhores. Sei que irei ter muitas dificuldades, pois vamos para uma prova completamente nova para mim, circuito que desconheço, um lote de pilotos onde militam os principais especialistas dos Turismos e corridas disputadas ao milésimo… Estou consciente do que vou encontrar.”

O Circuito de Le Castelet, ou Paul Ricard, é uma das mais tradicionais e desafiantes pistas da Europa. Foi palco do G.P. de França em Fórmula Um, entre 1971 e 1990 e recentemente foi totalmente remodelado, para responder às necessidades da competição actual.

Para Gustavo Moura, isto é ainda uma “motivação extra”. Está consciente das dificuldades, mas com o espírito de sempre, pois “vou dar o meu melhor, tentar dignificar o meus País e todos os meus patrocinadores: Divercol, Alfredo Correria, Ferberto, Grupo Martins, Moura Grupo, Immergut, Jormancob, Eletrobarbosa e Teixeiras.” Remata o piloto.

ZM2 7982 Gustavo Moura - arquivo speedy penha moura Gustavo Moura (Audi RS3 LMS) - arquivo Rampa da Penha